sábado, 3 de agosto de 2013

Tonalizando mechas - Alterações na Linha Richesse Milk Shake

Sou fã de Richesse Milk Shake 9.01 e não vivo sem. Isto é fato! AQUI.
No final de Maio quando refiz minhas mechas minha querida conselheira para assuntos cabelístico: Rô do Expert Palladium, me avisou das alterações que a Loreal havia feito na linha Richesse Milk Shake.
Aproveitei fotografei e abaixo mostro pra vocês.
Também tem um resumo retirado press realease oficial da Loreal Professionnel.

Agora passado dois meses está na hora de dar um " gás" nas mechas mas sei que já não dá pra encontrar a antiga da embalagem rosinha.


Os profissionais que já usaram me aconselharam a tonalizar usando a Dia Richesse e o revelador de 6 volumes. Meu tom é o 9.01 Milk Shake Gelo (aqui ensino como faço em casa).

Não usei ainda a Dia Richesse pois tenho meio tubo da embalagem antiga e é com ela que vou tonalizar esta semana.

Agora é experimentar para ver o resultado. Sei que uma das grandes alterações é que agora ela é um gel.

Vejam as alterações.

L'Oreal Dia Richesse e Dia Light




A linha de tonalizantes da L’Oréal ganha Dia Richesse (evolução de Richesse, já existente no mercado e com PH alcalino) e Dia Light. Com um grande portfolio decores promete cobertura de até 70% dos fios brancos, pigmentos mais intensos e tudo isso sem amônia.
Dia Richesse é capaz de clarear até um tom, o que garante que se chegue na cor que realmente se quer com o tonalizante. É perfeito para neutralizar mechas - um dos serviços mais pedidos em salões (esquentando ou esfriando tons), ou adicionar reflexos (acobreados, avermelhados, preto azulado, marrom etc).Ele também escurece até 4 tons, o que possibilita que se façam mechas invertidas. Também é perfeito para retomar a cor natural dos cabelos, para que, enquanto os cabelos crescem, a passagem entre o cabelo natural e o tingido não seja tão dura.
A Dia Light é uma novidade direcionada a cabelos mais danificados e também para colorir os fios pós-forma (alisamento). Sua fórmula ácida é muito próxima ao PH natural do cabelo, que é ácido. Trata-se de um gel creme ácido que agride o mínimo possível o cabelo. É perfeito para fios sensibilizados, que a cliente não pretende cortar e sim continuar colorindo. Ainda no dia do alisamento, para as que são adeptas deste tipo de serviço, no qual o cabelo sai desbotado, pode ser aplicado no mesmo dia do alisamento. Aqui não há clareamento.
A L’Oréal ainda promete grande durabilidade do Dia Light pois ao agredir pouco o cabelo, sua escama é levantada o mínimo possível enquanto trata o fio com polímero catiônico, o que garante maior durabilidade da cor, sendo que em alguns casos, de acordo com testes em laboratório, foi verificado que a cor com Dia Light pode até durar mais que no caso de coloração com amônia, já que ao agredir menos o fio e abrir menos a cutícula para depositar o pigmento também não deixa a porta de saída da cor mais aberta.
Um dos trunfos destes novos tonalizantes da L’Oréal é o brilho. Além de todas as nuances imprimirem brilho aos fios, há ainda o Clear, um tonalizante transparente que ao ser misturado a uma nuance de Dia Richesse aumenta consideravelmente o brilho no resultado final.
São três reveladores suaves (água oxigenada – creme oxidante): 6, 9 e 15 volumes.




Beijos, e até a próxima Semana!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...